segunda-feira, julho 10, 2006

Personifico aqui o meu começo
Como o sol que brilha nos olhos molhados
Vou mudar de vida, mudar de endereço
Vou amar outra vez, eu sei que mereço...
Aprenderei enfim com os passos errados

Limpar-te era chorar erros antigos
Vou lembrar-te cá dentro até ao fim
É luxo demasiado, deitar fora amigos
Era demencia cortar tudo o mais que tens
Tudo que a alma encerra, e escondeste de mim

O alívio de estar enfim são
(ou julgar ao menos...)
É tirar de cima todo o peso do mundo
Tudo o que me fez ser diferente, toda a paixão
Tudo o que é hoje diferente no coração
Toda uma vida em causa num segundo

Eu sei que são dizeres bastante simples, se calhar até banais... Mas acreditem numa coisa, foram sem dúvida as palavras que mais gosto me deram a escrever até ao dia de hoje... Obrigado a quem gosta de mim e a algumas pessoas em especial pelo apoio que me têm dado, é nestas alturas que se vêm os verdadeiros amigosm são os que estão sempre lá, os que não tiram férias, nem tão pouco esperam nada em troca, obrigado também a quem não gosta que há-de ter as suas razões... Até Breve

2 comentários:

Nandita disse...

Não há palavras mais belas do que as palavras simples... porque sobra em sentimento o que falta em embrulho ;)
Não me incluo no lote dessas pessoas especiais, mas incluo-me de certeza nas pessoas que gostam de ti (e estou cá para o que for preciso, believe me). Porque as almas puras são raras estes dias...
Beijo

Trigas disse...

Ainda bem k pensas assim ghost! Acredita k é o mlhr k tens a fzr... Já t tnha dito isso. Ñ sei s m incluis ness tal grupo, mas isso ñ é o mais important! O mais important é saber k t sentes mlhr agr (ou plo menos pareces)! Mta Força rapaz! Até sexta nos anos da sara;)