sexta-feira, julho 20, 2007

Agora que chegamos ao fim de mais um ano (como é que ja passaram 2 anos??) acho que chega a hora de fazer um balanço. Amanhã rumo ao sul e como metade da população vou passar uns dias ao Algarve, sabem bem as férias, ajudam a esvaziar a cabeça e partir para mais um ano com mais vontade de lutar por aquilo que queremos.
Ora bem... O ano que passou mais que bom ou mau, acabou por ser principalmente preenchido, nunca senti tanto, nunca pensei tão pouco, nunca chorei e ri tanto em tão pouco tempo. Enfim... Acho que nunca vivi tanto. Aprendi muita coisa neste ultimo ano. Se calhar torna-se repetitivo mas aprendi que tenho amigos incríveis e ganhei uma amiga que saída do meio dos outros todos se tornou especial e esteve sempre lá quando eu achei que o meu mundo ia desabar. Aprendi que mesmo contra todas a impossibilidades e incompatibilidades vale a pena arriscar pelo que o coração nos diz que está certo, mesmo que o resto do mundo discorde. Entretanto vou tropeçando sempre na mesma pedra, pelo menos até desistir, ou até arrancar a pedra ao chão. Por fim não podia deixar de falar do meu menino (o livro, sim...), se me dissessem 2 anos atrás que eu ia editar um livro eu nunca acreditaria, em 2 anos percebi que sabia escrever e comecei a passar o que sentia em palavras, rimas e versos. 2 anos de tudo aquilo que eu sou, enfim, 2 anos da minha Vida.

Obrigado

"À procura do futuro no avesso do passado..." M. V. ;)




3 comentários:

Lau* disse...

se o balanço é positivo é sinal k no meio de tanta coisa, as boas superaram as más =P fiko feliz por isso ;)

beijinho e boas ferias*

Nandita disse...

Parecendo que não, um ano são muitos dias, meu caro... dá sempre para tanta coisa...
E entre sorrisos abertos e lágrimas escondidas, o balanço é sempre bom, quando somos fortes o suficiente para aprender com o passado :)
Beijo, e mais bons anos para si

Nandita disse...

eheeeeeem, oh senhor poeta... "há" e nao "à" dois anos loooool eh pah, como é bom corrigir... :P

(pronto, já passou...)