sábado, outubro 07, 2006

Era um dia normal na vida de uma pessoa absolutamente normal, como normalmente fazia saiu à rua de manhã, estava sol... Sorriu. Foi a pé para o trabalho como sempre fazia, gostava de verificar que o mundo continuava a girar para o mesmo lado e não tinha pressa de chegar a um emprego que lhe consumia o corpo e até, por vezes, a alma.
Andava devagar como convinha a um corpo a quem o sono não tocava à vários dias, ao deparar-se com uma esquina que sempre ali estivera teve um pressentimento, mas como era costume com estas coisas não ligou, era um céptico.
Depois dos 90º que lhe iriam mudar o dia (a vida?), acercou-se de uma multidão de pessoas que se amontoavam no passeio, como se ali morasse o Santo Graal ou a Pedra Filosofal. Ao contrário de todos os padrões de comportamento que apresentou toda a vida, sentiu que algo o sugava para o cerne daquela multidão, logo ele que tinha pavor às pessoas... Quando, qual herói, conseguiu abrir caminhos pelos corpos comprimidos, viu aquilo...
Um anjo, ou pelo menos aos olhos dele era, comprimido contra o chão, como se a Gravidade quisesse brincar, qual criança entediada, com o poder absoluto que lhe haviam dado sabe-se lá porquê. Vestia de branco como convinha aos anjos, mas o que o chocou mais foi a face, era bela, mas não era isso... Ele conhecia aquele olhar, aquela expressão, a morte naqueles olhos consumia-o todos os dias, a tristeza da expressão que se lhe deparava era a sua perdição de uma vida. Porque é que saltaste? A pergunta baqueava na sua cabeça como um martelo que o mutilava com uma frieza sem par... Não era ela, mas e se fosse? Ele tinha medo.

Entretanto começou a chover...

"Could it be that the world disappears when we close our eyes?" Memento (adaptado)

4 comentários:

Nandita disse...

...ate as pessoas absolutamente normais escondem segredos, medos, dúvidas...
Que abanão o desse homem absolutamento normal, apenas ao ver uma veste branca, um rosto familiar... de que abanão precisamos nós para sair desta normalidade? ...continuo presa à minha...
Beijo, gosto em ler-te

BlueShell disse...

Que a noite te traga sonhos belos e muita Paz!
BShell

maggie disse...

Jimmy shoes busted both his legs, trying to learn to fly
From a second story window, he just jumped and closed his eyes
His momma said he was crazy - he said momma "I've got to try" Don't you know that all my heroes died
And I guess I rather die than fade away...
"these days" bon jovi

impressaodigital disse...

... e brotaram lágrimas sem se sentirem na pele, e a dor d'alma, a força que estrangula os pensaments e atormenta os sentimentos...
e a chuva nem sempre leva para a sarjeta estes instantes de dúvidas penosas... e os anjos são eles, somos nós, são cada um em cada segundo...
e voltam a assolar as tormentosas dúvidas da existência: a vida e a morte.